«Seibo no Kishi» (Cavaleiro da Imaculada)
18
Fev 14
publicado por FireHead, às 09:01link do post | Comentar

“A pretendida influência do Budismo no Cristianismo já hoje é questão julgada pelos sábios. Entre o espírito e as tendências das duas doutrinas reina o mais completo antagonismo. Nenhuma influência, portanto, foi teoricamente possível e a história o confirma com os factos. É o que asseveram contestes os mais eruditos e notáveis críticos modernos. Só o acanhado preconceito racionalista de alguns autores pôde enxergar na religião cristã uma evolução natural das doutrinas de Sakyamuni.

Que semelhança, com efeito, entre este acervo de erros e incoerências que se chama Budismo e as doutrinas tão puras do Evangelho? Onde os pontos de contacto entre uma religião que nega a divindade, ensina a metempsicose, prega o pessimismo e põe a extinção total da própria existência como meta derradeira dos destinos humanos, como nível único das acções do homem, como sua felicidade suprema e os ensinamentos da teologia cristã que nos propõe o mais elevado e o mais sublime conceito de Deus e funda a moral em seus verdadeiros alicerces, – na subordinação essencial da criatura ao Criador, na liberdade que implica a responsabilidade, na identidade da alma e na imortalidade pessoal?

A analogia de alguns pontos da doutrina evangélica com certos preceitos budistas, acerca da caridade fraterna, do perdão das injúrias, da mortificação das paixões, da prática da continência é meramente extrínseca e acidental. A antítese, pelo contrário, é essencial, profunda, irredutível e atinge os próprios princípios constitucionais da religião e da moral.

A distância, portanto, que vai do Cristianismo ao Budismo é a mesma que medeia entre a Religião e as religiões, a verdade e o erro. Cristo eleva-se acima de Buda como Deus se alteia acima do homem.”

 

Pe. Leonel Franca, S.J, Noções de História da Filosofia


Jesus se apresentou na minha vida de maneira arrebatadora e eu o tenho como meu mestre desde então. Humildemente no entanto devo dizer que a sua visão do budismo nao esta correta.
Carlos de Oliveira a 8 de Julho de 2014 às 02:15

Pelos vistos não foi Jesus que se apresentou na tua vida mas sim uma treta qualquer, caso contrário concordarias com o que aqui está escrito sobre o budismo. Fail.
FireHead a 10 de Julho de 2014 às 11:04

Fevereiro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
19
20
21
22

23
24
25
26
27


Links
Pesquisar blogue
 
blogs SAPO