Também acho que é uma questão de valores sociais.
Mas o cristianismo será superado para algo realmente inovador no mundo, para que nenhuma religião possa intervir nos assuntos sociais e de sobrevivência humana.
Buscar a participação das pessoas para confrontarem os seus interesses políticos diferentes.
Eu sinceramente passo por uma fase onde não sei o que eu sou, pois acho importante poder estabelecer contato com o "eu" através da religião, mas quando descobri o porque, como e o que é ser católico, não conheci ainda outra religião que me despertasse interesse.
Há de convir comigo também que as primeiras páginas da bíblia génesis ", mostra que a criação do homem, da mulher e de tudo foi Deus.
Quando que actualmente sabemos pelos estudos científicos indícios de vida em outros lugares do planeta e principalmente formações sociais de diferentes tipos e religiões.
Uma coisa também dos apóstolos que eu acho errado, o que precisamos é mudar os valores sociais e não criar picuinha em torno disso.
Se existe gay não há motivo para nenhum terrorismo, se existe abordo voluntário legal em algum lugar do mundo não é motivo para nenhuma pane, se vendem drogas também não há que se preocupar.
Mas se existe estupro temos que mudar, se existe preconceito temos que mudar, se existe exclusão temos que mudar, se há concentração de poder temos que mudar, se há empresas sangue sugas temos que mudar.
Mudaremos com os valores, lutem pela participação da maioria no controle da distribuição de recursos e empregos de cada microrregião que for em relação ao mundo capitalista.

leandro a 28 de Agosto de 2012 às 15:18

O Cristianismo jamais será superado. Ele será triunfante no final. Nos conturbados tempos de tribulação, que já começaram há imenso tempo, o Anticristianismo conseguirá fazer com que a Igreja Católica fique a parecer como que morta, mas Ela sairá triunfante na final porque Cristo há-de vir de novo em Sua glória.
FireHead a 1 de Setembro de 2012 às 22:03