«Seibo no Kishi» (Cavaleiro da Imaculada)
20
Abr 13
publicado por FireHead, às 06:44link do post | Comentar

 

Quando a Palavra diz "ÚNICO MEDIADOR DE DEUS" não se refere à oração como pensam os "crentes" e sim à SALVAÇÃO.


1 Timóteo 2,5: Porque há um só Deus e um só mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo, homem que se DEU EM RESGATE POR TODOS,J esus Cristo HOMEM - άνθρωπος (em carne) foi mediador da salvação, ou seja, da NOVA ALIANÇA, como Moisés mediou os anjos para a Velha Aliança (Gálatas 3,19-20)


Intercessores de oração existem vários:

 

Jó 33,23: Se perto dele se encontrar um anjo, UM INTERCESSOR ENTRE MIL, para ensinar-lhe o que deve fazer.

Êxodo 20,3: Não terás outros DEUSES diante de mim.


Deuses = ídolos - pesel - “פֶסֶל֙


Segundo as Escrituras, quem chama os santos do céu de ÍDOLOS é porque a besta está a falar pela sua boca.


Ao confundir os santos com ídolos está-se a difamar os que moram no céu; A PALAVRA DIZ QUE A BESTA DIFAMARÁ OS SANTOS DO CÉU - Apocalipse 13,6): Ela abriu a boca para blasfemar contra Deus e amaldiçoar o seu nome e o seu tabernáculo, os que habitam nos céus.


A Bíblia nenhuma vez diz que os santos quando morrem se tornam ídolos. A PALAVRA DIZ QUE OS SANTOS QUANDO MORREM SÃO COMO ANJOS NO CÉU (Mateus 22,30).


E DEUS MANDA FAZER IMAGENS DE ANJOS (Êxodo 25,18). No Velho Testamento mostra que Josué se prostra diante de uma imagem (Josué 7,6).


publicado por FireHead, às 06:39link do post | Comentar

tags:

publicado por FireHead, às 06:31link do post | Comentar

Aos que “profetizam” o fim iminente da Igreja Católica por conta da sua recusa obstinada em “abrir-se” às novas exigências (i)morais do mundo moderno, eu recomendo a leitura destes dados recentes sobre a Comunhão Anglicana, do qual traduzo apenas o trecho mais ilustrativo:


Os episcopais já aprovaram tudo o que os “progres” exigem e ainda mais. Repassamos:


- No século XVI, o anglicanismo aceitou o clero casado.
- Em 1930, aceitaram a contracepção. A causa: o clero casado. Davam mal exemplo, tinham poucos filhos (é o que explica um historiador luterano).
- Em 1976, os episcopais aprovaram o “sacerdócio” feminino.
- Em 1989, ordenou-se a primeira bispa episcopal.
- Em 2000, aceitou-se como correcto o sexo fora do Matrimónio.
- Em 2003, ordenaram como bispo Gene Robinson, um senhor divorciado de sua esposa, com dois filhos, que vivia «maritalmente» com outro homem (em 2011 ele deixou o cargo, embora continue sendo “lobbista” no clero anglicano. Foi o primeiro bispo homossexual praticante [o primeiro bispo homossexual activo]).
- Em 2006, os episcopais admitiam o matrimónio homossexual.
- Em 2010, presumia-se ordenar em Los Angeles uma bispa lésbica praticante.
- Em 1 de Janeiro de 2011, um bispo episcopal casava (com estardalhaço dos média) duas sacerdotisas lésbicas, uma das quais a famosa militante abortista Katherine Ragsdale.


Nada disso atraiu pessoas a esta igreja. Perderam um terço de seus fiéis no século XXI: tinham 3,4 milhões em 2001, e só 1,9 em 2012.


A História dá mostras suficientes de que esta religião do bom-mocismo e da última moda não tem condições de atrair os homens que foram criados para Deus. Elas podem até crescer num momento de frenesi inicial, mas é somente isto: pirotecnia vazia, fogo de palha incapaz de perdurar ao longo de uma geração sequer. Os homens não querem ouvir a agenda ideológica do dia nas suas igrejas: se eles quisessem isso, bastar-lhes-ia ligar a televisão – que é mais prática, mais barata e mais interessante. Os homens querem ouvir falar de Deus. E um deus que dissesse uma coisa agora e daqui a pouco dissesse o seu contrário não poderia ser Deus.


Os homens querem nobreza, e não subserviência vil a todas as imoralidades que surgem a cada dia. Ortega y Gasset, n’A Rebelião das Massas, lembra que nobreza implica deveres: noblesse oblige. Os homens querem um objectivo mais alto para as suas vidas, querem um ideal pelo qual valha a pena lutar, um esforço que lhes permita impor a marca do seu carácter à sua existência: não querem viver “ao Deus-dará”, como se fossem animais guiados unicamente por instintos e cujo propósito maior é fazer o que lhes é prazeroso e fugir do que lhes aborrece. Não há nobreza em ser guiado pelo amor ao baixo-ventre; e que exemplo melhor da coroação deste ignóbil apetite do que a “religião” que vive de fazer concessões às exigências do mundo?


Alguém citou aqui no blog recentemente umas projecções de que o Brasil poderia se tornar um país com maioria protestante dentro de uns vinte anos. Com a devida vénia, eu discordo dessas previsões: julgo-as, aliás, tão completamente distantes da realidade que só poderiam sair da pena de quem não tem noção nenhuma de religião. O protestantismo no Brasil é somente vácuo do Catolicismo. Ao contrário de nações tradicionalmente protestantes, no Brasil só se tem oba-oba: oscilando entre fideísmos grosseiros (neo)pentecostais e progressismos teológicos natimortos, não há raízes no protestantismo tupiniquim.


Parece-me, ao contrário, que o Catolicismo voltará a crescer, após uma ou duas gerações perdidas. Colhendo ao acaso as notícias de hoje, recentemente se divulgou a conversão da Leah Libresco, blogueira (ex-)ateia americana que mantém o Unequally Yoked; e o Twitter do Papa Bento XVI anunciado hoje pela manhã (@Pontifex) já conta agora com mais de 144.000 seguidores. E coisas assim acontecem todos os dias, mesmo na Internet!


E quanto à graça de Deus que opera longe dos holofotes virtuais? E quanto ao território duramente conquistado passo a passo na vida quotidiana de tantos católicos (padres principalmente, mas também leigos) que não entra na rede mundial de computadores?


Próximo sábado é dia da Imaculada Conceição e, neste dia, centenas de pessoas Brasil afora irão fazer ou renovar a sua Consagração Total à Santíssima Virgem. Ela, que prometeu em Fátima que o Seu Imaculado Coração triunfaria: estamos aguardando o cumprimento desta promessa, o Reino da Virgem cujo advento é tão certo quanto a aurora. Porque não é de “novidades” que nós precisamos, mas muito pelo contrário: temos sede da Palavra de Deus que é Eterna, que Se encarnou um dia para nos salvar e que, ainda hoje, continua viva e eficaz no seio da Santa Igreja cuja missão é levar a salvação de Deus a toda criatura humana. E cada vez mais as pessoas estão percebendo estas verdades. No meio de tantas confusões, as pessoas estão (re)aprendendo a se voltar para a Igreja, Farol imóvel e seguro a guiar os navegantes pelos mares atribulados desta vida.



Fonte: Blog Carmadélio


publicado por FireHead, às 06:20link do post | Comentar

O actual Papa Francisco conduziu investigação para comprovar um dos maiores milagres eucarísticos da história recente, ocorrido em Buenos Aires em 1996.

 

Foi o chamado Milagre Eucarístico de Buenos Aires, onde uma Hóstia Consagrada tornou-se Carne e Sangue. O Cardeal Jorge Bergoglio, Arcebispo de Buenos Aires, hoje Papa Francisco, ordenou que se chamasse um fotógrafo profissional para tirar fotos do acontecimento para que os factos não se perdessem. Depois foram conduzidas pesquisas de laboratório coordenadas pelo Dr. Castañón.

 

Os Estudos mostraram que a matéria colhida da Hóstia era uma parte do ventrículo esquerdo, músculo do coração de uma pessoa com cerca de 30 anos, sangue tipo AB de uma pessoa que tivesse sofrido muito com a morte, tendo sido golpeado e espancado. Os cientistas que realizaram o exame e os estudos não sabiam que era material proveniente de uma Hóstia Consagrada, isso só lhes foi revelado após a análise, e foram surpreendidos porque haviam encontrado glóbulos vermelhos, glóbulos brancos pulsando durante a análise, como se o material tivesse sido colhido direto de um coração ainda vivo.

 

A Hóstia Consagrada tornou-se Carne e Sangue


Às 19h de 18 de Agosto de 1996, o Padre Alejandro Pezet celebrava a Santa Missa numa igreja no centro comercial de Buenos Aires. Como estava já terminando a distribuição da Sagrada Comunhão, uma mulher veio até a ele e informou que tinha encontrado uma hóstia descartada num candelabro na parte de trás da igreja. Chegando ao lugar indicado, o Padre Alejandro Pezet viu a hóstia profanada. Como ele não pudesse consumi-la, colocou-a numa tigela com água, como manda a norma local, e colocou-a no Santuário da Capela do Santíssimo Sacramento, aguardando que dissolvesse na água.

 

Na segunda-feira, 26 de Agosto, ao abrir o Tabernáculo, viu com espanto que a Hóstia havia se tornado uma substância sangrenta. Relatou o facto então ao Arcebispo local, Cardeal Dom Jorge Bergoglio, que determinou que a Hóstia fosse fotografada profissionalmente. As fotos foram tiradas em 6 de Setembro de 1996. Mostram claramente que a Hóstia, que se tornou um pedaço de Carne sangrenta, tinha aumentado consideravelmente de tamanho.

 

Análises Clínicas


Durante anos, a Hóstia permaneceu no Tabernáculo e o acontecimento foi mantido em segredo estrito. Desde que a Hóstia não sofreu decomposição visível, o Cardeal Bergoglio decidiu mandar analisá-la cientificamente.

 

Uma amostra do Tecido foi enviado para um laboratório em Buenos Aires. O laboratório relatou ter encontrado células vermelhas e brancas do sangue e do tecido de um coração humano. O laboratório também informou que a amostra de Tecido apresentava características de material humano ainda vivo, com as células pulsantes como se estivessem em um coração.

 

Testes e análises clínicas: "Não há explicação científica"


Em 1999, foi solicitado ao Dr. Ricardo Castañón Gomez que realizasse alguns testes adicionais. Em 5 de Outubro de 1999, na presença de representantes do Cardeal Bergoglio, o Dr. Castañón retirou amostras do tecido ensanguentado e enviou a Nova Iorque para análises complementares. Para não prejudicar o estudo, propositalmente não foi informado à equipa de cientistas a sua verdadeira origem.

 

O laboratório relatou que a amostra foi recebida do tecido do músculo do coração de um ser humano ainda vivo.

 

Cinco anos mais tarde (2004), o Dr. Gomez contatou o Dr. Frederic Zugibe e pediu para avaliar uma amostra de teste, novamente mantendo em sigilo a origem da amostra. Dr. Zugibe, cardiologista renomado, determinou que a matéria analisada era constituída de "carne e sangue" humanos. O médico declarou o seguinte:

"O material analisado é um fragmento do músculo cardíaco que se encontra na parede do ventrículo esquerdo, músculo é responsável pela contração do coração. O ventrículo cardíaco esquerdo bombeia sangue para todas as partes do corpo. O músculo cardíaco tinha uma condição inflamatória e um grande número de células brancas do sangue, o que indica que o coração estava vivo no momento da colheita da amostra, já que as células brancas do sangue morrem fora de um organismo vivo. Além do mais, essas células brancas do sangue haviam penetrado no tecido, o que indica ainda que o coração estava sob estresse severo, como se o proprietário tivesse sido espancado."

Evidentemente, foi uma grande surpresa para o cardiologista saber a verdadeira origem do tecido. Dois cientistas australianos, o cientista Mike Willesee e o advogado Ron Tesoriero, testemunharam os testes. Ao saberem de onde a amostra tinha sido recolhida, demonstraram grande surpresa. Racional, Mike Willesee perguntou ao médico por quanto tempo as células brancas do sangue teriam permanecido vivas se tivessem vindo de um pedaço de tecido humano que permaneceu na água. "Elas deixariam de existir em questão de minutos", disse o Dr. Zugibe. O médico foi então informado que a fonte da Amostra fora inicialmente deixada em água durante um mês e, em seguida, durante três anos num recipiente com água destilada, sendo depois retirada para análise.


Dr. Mike Willesee Zugibe declarou que não há maneira de explicar cientificamente este facto: "Como e por que uma Hóstia Consagrada pode mudar e tornar-se Carne e Sangue humanos? Permanece um mistério inexplicável para a ciência, um mistério totalmente fora da minha jurisdição".

 

 

Fonte: Christo Nihil Praeponere


publicado por FireHead, às 06:14link do post | Comentar

O relatório da Arquidiocese com a decisão de afastar o Pe. Jose Nicolas Alessio foi emitido em 6 de Fevereiro, em que o sacerdote "é excluído de todo exercício do ministério sagrado, conforme as normas que obrigam os padres que foram suspensos".


"Esta demissão não está sujeita a qualquer recurso", a arquidiocese acrescentou.


O Arcebispo de Córdoba Carlos, Jose Nanez, iniciou um processo canónico contra Alessio em 2010 com suspensão temporária das suas funções, isto se deu quando os média publicaram declarações atribuídas a ele em favor do “casamento” entre pessoas do mesmo sexo.


As afirmações do padre foram feitas durante um debate nacional sobre a questão que levou à aprovação de tais “casamentos” por parte do governo argentino.


O jornal argentino El Nuevo Diario relata que, de acordo com um oficial da arquidiocese, Alessio também foi acusado de ter presidido a cerimónias de “casamentos” homossexuais, bem como “casamentos” entre divorciadas, os quais são considerados sacramentalmente inválidos pela Igreja Católica Romana.


Alessio desafiou todas as vezes em que os processos foram iniciados contra ele, chamando o Arcebispo Nanez de “fascista, retrógrado e incapaz de entender a diversidade”, e reclamando que “eles estão me penalizando por pensar de forma diferente.”


Quando a decisão foi divulgada pública em 10 de Abril, o padre lamentou que mais de 30 anos a serviço do povo de Deus não tem significado para a Igreja Católica.


Segundo o jornal La Prensa da Argentina, Alessio insistiu com o Papa Francisco para acabar com dois mil anos dos ensinamentos da Igreja Católica sobre o mal dos actos homossexuais quando o pontífice foi eleito em Março.


O jornal relata que o padre escreveu ao Papa Francisco uma carta insistindo para criar “uma comissão de especialistas nas ciências humanas e sociais para a promulgação rápida de um documento que se distancia da homofobia, que rejeita claramente a teoria que considera a homossexualidade como uma 'túmulo desordem', que valoriza a ideologia de género como uma ajuda indispensável para o respeito à diversidade, e que abre a discussão sobre toda a moral sexual da Igreja."


O pontos de vista de Alessio sobre questões de moralidade sexual diferem muito daqueles do Papa Francisco, que, como o Arcebispo de Buenos Aires chamou o “casamento” homossexual de uma “maquinação do Pai da Mentira, que procura confundir e enganar os filhos de Deus.”



Fonte: Paraclitus


publicado por FireHead, às 06:12link do post | Comentar

Tu deves encobrir todos os crimes dos teus irmãos maçons... Se fores constituído testemunha contra um irmão esteja sempre certo em protegê-lo... Pode ser perjúrio fazer isto, é verdade, mas estarás cumprindo com as tuas obrigações.


Edmond Ronayne in «Handbook of Masonry»


Abril 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
13

14
15
16
17
19

21
22
23
25
26
27

28
29
30


Links
Pesquisar blogue
 
subscrever feeds
blogs SAPO