«Seibo no Kishi» (Cavaleiro da Imaculada)
06
Fev 13
publicado por FireHead, às 00:20link do post | Comentar

Pedro era de facto casado? Significa isso que os padres devem ou podem casar?

 

Onde está escrito que Pedro tinha esposa? A Bíblia realmente diz que Pedro tinha sogra, mas não diz nada sobre a sua esposa. Ou seja, ele poderia perfeitamente ser viúvo (opinião de muitos teólogos).

 

Como poderia Pedro seguir Jesus durante anos sendo casado e tendo que cuidar da esposa?

 

Como poderia Pedro ter viajado até Roma (sabendo que naquela época uma viagem dessas demorava meses) com a esposa e os filhos, que a Bíblia também não diz que ele tem? Será mesmo que eles foram juntos para lá?

 

Se realmente Pedro cuidava da esposa e da evangelização com Cristo, por que o próprio Pedro disse isso a Cristo: "Disse depois Pedro: 'Eis que nós deixámos tudo o que nos pertence para te seguir'. Jesus respondeu-lhes: Em verdade vos digo, não há ninguém que tenha deixado casa, mulher, irmãos pais ou filhos, por causa do reino de Deus, que não receba o múltiplo no tempo presente, e no século que há-de vir, a vida eterna (Lucas 18,28-30).

 

Ainda que Pedro pudesse mesmo ter esposa e filhos, ele deixou tudo e Cristo mesmo afirma que ele deixou a família para O seguir. 

 

Muitos protestantes citam Paulo para dizer que os sacerdotes "devem" casar: É necessário que o bispo seja irrepreensível; que tenha casado com uma só mulher (I Timóteo 3,2).

 

Apesar de ter escrito isso, Paulo não era casado (I Coríntios 7,8). Aliás, numa das suas cartas ele próprio recomenda: Sejam meus imitadores, como eu sou de Cristo. A Timóteo, que também era bispo celibatário, escreveu que não lhe podia aconselhar o casamento. Porém, por falta de candidatos celibatários para a função episcopal naquela época, ele recomendou a escolha de homens casados que fossem virtuosos. Quer isso dizer que, se fosse casado, que fosse com apenas uma esposa. Daí numa outra carta (I Timóteo 3,2) Paulo não colocar acento nas palavras "que seja casado", mas nas palavras "com uma só mulher", e não com duas ou três, mesmo que sucessivamente, o que seria sinal de moleza e muita paixão, deixando pouco zelo e dedicação a Deus e às almas.

 

A Igreja reconhece que a exigência do celibato dos padres não é de lei divina, mas de lei eclesial, o que quer dizer que em circunstâncias especiais poderia ser abolida (há padres que são casados, como os pastores convertidos à Igreja, ou os dos ritos orientais), mas opta pela maior perfeição, já que por este motivo os Apóstolos de Jesus deixaram a convivência matrimonial e familiar para poderem dedicar-se inteiramente à propagação do Reino de Deu (Lucas 18,28-30).

 

Se só é válido o que está na Bíblia, então é bom que os protestantes nos indiquem onde é que está escrito na Bíblia, qual o respectivo capítulo e versículo, sobre a esposa de Pedro. Como é que ela se chamava e o que é que ela fazia mesmo?


Fevereiro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10

17
21
22



Links
Pesquisar blogue
 
subscrever feeds
blogs SAPO