«Seibo no Kishi» (Cavaleiro da Imaculada)
22
Jan 13
publicado por FireHead, às 00:37link do post | Comentar

Jesus Cristo não teve irmãos carnais, pois a Virgem Santíssima manteve-se virgem mesmo depois de ter dado Jesus à luz.

 

O pai adoptivo de Jesus, José, era o esposo castíssimo da Virgem Santíssima.

 

Tiago Menor, Judas Tadeu, José e Simão não eram irmãos carnais de Jesus. Cleófas, também chamado Alfeu, tinha como esposa Maria, uma outra Maria que não Nossa Senhora (João 19:2-5). É este casal os pais de Tiago Menor (filho de Maria e Cleófas: João 19:2-5), Judas Tadeu (declara-se irmão de Tiago: Judas 1:1), José (irmão de Tiago, filho de Maria e Cleófas: Mateus 27:5-6) e Simão (irmão de Tiago, José e Judas: Mateus 13:5-5).

 

Na língua hebraica, a palavra "irmão" era designada para indicar qualquer grau de parentesco ou seguidor de Jesus.

 

Jesus, depois de ressuscitado, disse à Maria Madalena para que anunciasse o que viu aos Seus "irmãos" e ela foi e anunciou aos Seus discípulos (João 20:17-18).

 

Na Bíblia só Jesus é chamado de "filho de Maria".

 

Como Deus condena o adultério, Ele não usou Maria apenas para dar um filho e depois atirá-la ao mundo como muitos querem pensar, ou seja, tendo relações conjugais com José, pois isso seria cometer adultério contra o Espírito Santo e, como está escrito na Bíblia, quem peca contra o Espírito Santo não vê os seus pecados perdoados. José serviu como companheiro de Maria e que tinha que ser para a sociedade o esposo da mesma e pai legal de Jesus, até porque a sociedade da época não permitia mãe solteiras. Jesus, Maria e José formam a Sagrada Família.


Janeiro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
12

17
19

21
24

27
29
30
31


Links
Pesquisar blogue
 
subscrever feeds
blogs SAPO