«Seibo no Kishi» (Cavaleiro da Imaculada)
16
Dez 12
publicado por FireHead, às 13:44link do post | Comentar

Aqui, dizem que não; que um católico praticante que, devido a um grande desespero instalado na sua vida pessoal, se suicide, não merece uma missa Requiem.

 

O artigo 2282 do Catecismo da Igreja Católica diz o seguinte:

“Perturbações psíquicas graves, a angústia ou o temor grave duma provação, dum sofrimento, da tortura, são circunstâncias que podem diminuir a responsabilidade do suicida.”

 

Das duas, uma: ou o Catecismo da Igreja Católica é herético, ou uma missa Requiem a Jacintha Saldanha é devida, porque esta mulher, sendo católica, suicidou-se em um momento da sua vida caracterizado por uma grande angústia e temor grave duma provação, e em grande sofrimento e tortura psicológica.

 

O problema de alguns católicos é o radicalismo irracional que estupidifica (porque pode existir um “radicalismo racional”). Tornam-se estúpidos porque são incapazes de pensar. E por isso, chegam ao ponto de colocar em causa o próprio Catecismo da Igreja Católica.

 

Fonte: perspectivas


Dezembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
12
13

18
20

25
28

31


Links
Pesquisar blogue
 
subscrever feeds
blogs SAPO