«Seibo no Kishi» (Cavaleiro da Imaculada)
13
Nov 12
publicado por FireHead, às 13:12link do post | Comentar

 

"Em verdade, em verdade vos digo: quem CRÊ em mim tem a vida eterna". (João 6, 47)

 

 

Porque será então que os protestantes duvidam que Jesus:

 

FUNDOU uma Igreja (Mateus 16, 18-19) e uma Religião (Isaías 42, 1);

 

Que essa Igreja é VISÍVEL (Mateus 5,14; Marcos 4,30-32; Efésios 2,19-22);

 

E que essa Igreja tem AUTORIDADE (Mateus 18, 17-18);

 

E quem não se BAPTIZA nela NÃO herda o Reino de Deus (João 3, 5);

 

E quem não COME da Sua CARNE e não BEBE do Seu SANGUE não herda o Reino de Deus (João 6, 53; 1 Colossenses 10, 18);

 

E quem não CONFESSA os seus pecados a essa Igreja não herda o Reino de Deus (João 20, 23);

 

E que todos deveríamos viver na UNIDADE (João 10, 16; Jo 17, 20-23; 1 Colossenses 12, 12; 1 Colossenses 14, 33; Efésios 4, 3-6; Colossenses 3, 15);

 

E que essa Igreja se EXPANDIRIA pelo mundo (Actos 2,41; 2,47; 5,14; 6,7; 11,24);

 

E que essa Igreja se chamaria: "Igreja de Deus" (1Timóteo 3,15);

 

E que essa Igreja foi comprada pelo sangue de Cristo: Actos 20,28; Efésios 5,25; Hebreus 9,12;

 

E que Cristo amou essa Igreja: Efésios 5,25-26;

 

E que Cristo é a cabeça INVISÍVEL dessa Igreja: Efésios 1,22; 5,23; Colossenses 1,18;

 

E que essa Igreja foi EDIFICADA sobre os Apóstolos: 1 Coríntios 3,10; Efésios 2,20; Apocalipse 21,14;

 

E que o Papa é a cabeça VISÍVEL dessa Igreja: Mateus 16, 16-19; Lucas 22, 31-32; João 1, 41; João 21, 15;

 

E que existe uma SUCESSÃO APOSTÓLICA até os tempos de hoje (Actos 1,15-26; 2 Timóteo 2,2; Tito 1,5; Mateus 28, 20);

 

E que Presbíteros são ordenados, cuidam do rebanho e administram os sacramentos dessa Igreja: Actos 15,6.23; 1 Timóteo 4,14; 5,22; 1 Timóteo 5,17; Tiago 5,13-15; Romanos 15,16;

 

E que Cristo protege essa Igreja: Mateus 16,18; 20,20;

 

E que essa Igreja possui uma Doutrina, uma comunidade e um rito sagrado (pão): Actos 2, 42;

 

E que essa Igreja é a coluna e fundamento da verdade: 1 Timóteo 3, 15;

 

E que essa Igreja é INFALÍVEL: Mateus 16,18; 28,20; Marcos 16,16; Lucas 10,16; 1 Timóteo 3,15;

 

E que essa Igreja é o Corpo de Cristo (Romanos 12,4; 1 Coríntios 12,12; Efésios 1,22-23; 5,22; Colossenses 1,18);

 

E que essa Igreja é perpétua (Mateus 16,18; 28,20);

 

E que essa Igreja foi Prevista no Antigo Testamento (Tobias 13,11-18; Isaías 2,2-3; Baruque 5,3; Oséias 2,14-24; Miquéias 4,1-3);

 

E que os seus membros são chamados à santidade (1 Coríntios 1,2; Colossenses 3,12);

 

E que essa Igreja tem bons e maus membros (Mateus 13,41-48; 22,10);

 

E que: "Nem todo aquele que me diz: SENHOR, SENHOR, entrará no Reino dos céus..." (Mateus 7, 21)

 

 

A sua igreja preenche TODOS e muitos outros PRÉ-REQUISITOS para ser chamada VERDADEIRAMENTE de Igreja de Cristo? Só porque você CRÊ em Cristo, CRÊ que já está salvo? CRER por CRER, até os demónios CRÊEM e nem por isso já estão REMIDOS...!

 

 

Fonte: CAIAFARSA


publicado por FireHead, às 07:01link do post | Comentar

Ela gerou um homem hipostaticamente unido à divindade; Deus nasceu verdadeiramente dela, revestido de um corpo mortal, formado do seu virginal e puríssimo sangue.

 

Embora, no Evangelho, ela não seja chamada expressamente “Mãe de Deus”, esta dignidade deduz-se, com todo o rigor, do texto sagrado.

 

O Arcanjo Gabriel, dizendo à Maria: “O santo que há-de nascer de ti será chamado Filho de Deus” (Lucas 1,35), exprime claramente que ela será Mãe de Deus.

 

O Arcanjo diz que o Santo que nascerá de Maria será chamado o Filho de Deus. Se o Filho de Maria é o Filho de Deus, é absolutamente certo que Maria é a Mãe de Deus.

 

Repleta do Espírito Santo, Santa Isabel exclama: “Donde me vem a dita que a Mãe de meu Senhor venha visitar-me?” (Lucas 1,43).

 

Que quer dizer isso senão que Maria é a Mãe de Deus? Mãe do Senhor ou “Mãe de Deus” são expressões idênticas.

 

São Paulo diz que Deus enviou o Seu Filho, feito da mulher, feito sob a lei (Gálatas 4,4).

 

O profeta Isaías predisse que a Virgem conceberia e daria à luz um Filho que seria chamado Emanuel ou Deus connosco (Isaías 7,14). Qual é este Deus? É necessariamente Aquele que, segundo o testemunho de São Pedro, não é nem Jeremias, nem Elias, nem qualquer outro profeta, mas, sim, o Cristo, o Filho de Deus vivo.

 

É aquele que, conforme a confissão dos deménios, é o Santo de Deus.

 

Tal é o Cristo que Maria deu à luz.

 

Ela gerou, pois, um Deus-homem. Logo, é Mãe de Deus por ser Mãe de um homem que é Deus e que, sendo Deus, redimiu o género humano.

 

Ele provou ser Deus; isto é, Senhor de tudo, omnipotente, omniciente, omnipresente: andou sobre as águas sem afundar (Mateus 14,26), multiplicou os pães (Mateus 15,36), curou leprosos (Mateus 8,3), dominou a tempestade (Mateus 8,26), expulsou os demónios (Mateus 8,32), curou os paralíticos (Mateus 8,6), ressuscitou a filha de Jairo (Mateus 9,25), o filho da viúva de Naim, chamou Lázaro do túmulo, já em estado de putrefação (João 11,43-44), transfigurou-Se diante de Pedro, Tiago e João, no Monte Tabor (Mateus 17,2) e ressuscitou triunfante dos mortos (Mateus 28,6).

 

Os Evangelhos narram 37 grandes milagres de Jesus, sem contar os que não foram escritos. Provou que era Deus!

 

Só Deus pode fazer essas obras! É por isso que São Paulo disse que: “Nele habita corporalmente toda a plenitude da divindade” (Colossenses 2,9).

 

“Ele é a imagem do Deus invisível” (Colossenses 1,15).

 

São Pedro diz, como testemunha: “Vimos a sua majestade com nossos próprios olhos” (2 Pedro 1,16).

 

Sendo Filho de Deus e de Maria Santíssima, Jesus nunca negou a Sua Santa Mãe e nem a desprezou. Jesus foi fiel, amou-a perfeitamente (como ainda a ama), honrou-a e obedeceu-a como manda o mandamento de Deus Pai.

 

Santo André diz: “Maria é Mãe de Deus, resplandecente de tanta pureza, e radiante de tanta beleza, que, abaixo de Deus, é impossível imaginar maior, na terra ou no céu.” (Sto Andreas Apost. in transitu B. V., apud Amad.).

 

São João diz: “Maria é verdadeiramente Mãe de Deus, pois concebeu e gerou um verdadeiro Deus, deu à luz, não um simples homem como as outras mães, mas Deus unido à carne humana.” (S. João Apost. Ibid).

 

Conferindo as Sagradas Escrituras e os escritos dos Santos Padres, o Concílio de Latrão preconizou como verdade a Virgindade Perpétua de Maria no ano 649. Durante o Concílio, o Papa Matinho I assim afirmou: “Se alguém não confessa de acordo com os santos Padres, propriamente e segundo a verdade, como Mãe de Deus, a santa, sempre virgem e imaculada Maria, por haver concebido, nos últimos tempos, do Espírito Santo e sem concurso viril gerado incorruptivelmente o mesmo Verbo de Deus, especial e verdadeiramente, permanecendo indestruída, ainda depois do parto, sua virgindade, seja condenado”.

 

Nossa Senhora foi sempre virgem, isto é, antes do parto, no parto e depois do parto. Os diversos credos e concílios antigos retomaram e afirmaram essa verdade. Santo Inácio de Alexandria, São Justino, Santo Irineu, Santo Epifrânio, Santo Efrém, Santo Ambrósio, São Jerónimo e Santo Agostinho foram os exímios defensores da Virgindade de Maria. A Virgindade perpétua de Maria faz parte integrante da fé cristã.

 

Maria Santíssima era virgem antes do parto. Este facto pode-se constatar na própria Bíblia: “O Anjo Gabriel foi enviado por Deus a uma virgem desposada... e o nome da Virgem era Maria” (Lucas 1,26). Nossa Senhora ainda dá testemunho da sua virgindade ao responder ao Anjo: “Como se fará isso, pois eu não conheço varão?”

 

Maria Santíssima permaneceu virgem durante o parto.

 

O que é concebido por milagre deve nascer por milagre. O nascimento é uma consequência da concepção; sem o milagre do nascimento virginal, o milagre de se manter a virgindade da Mãe de Cristo estaria incompleto. Deus então teria operado um milagre incompleto.

 

E isto está conforme a profecia  “uma virgem conceberá e dará à luz”. E a própria Bíblia confirma a profecia:  “Ora, tudo aconteceu para que se cumprisse o que foi dito pelo Senhor, por meio do profeta” (Mateus 1,22); ou seja, conceber e dar à luz, virginalmente.

 

 

Fonte: CAIAFARSA


Novembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

16


28
29
30


Links
Pesquisar blogue
 
subscrever feeds
blogs SAPO