«Seibo no Kishi» (Cavaleiro da Imaculada)
12
Ago 12
publicado por FireHead, às 19:58link do post | Comentar | Ver comentários (2)

Igreja da Santíssima Trindade elevada a Basílica

 

O templo, inaugurado em 2007 em Fátima, foi elevado a basílica pela Santa Sé. O anúncio foi feito esta tarde pelo Bispo de Leiria Fátima.

 

O título foi concedido pela Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos da Santa Sé. Esta elevação surge em resposta a uma carta de António Marto enviada ao prefeito daquela congregação, Cañizares Llovera, manifestando o pedido de muitos fiéis para que a Igreja da Santíssima Trindade obtivesse o título de basílica.

 

A concessão do título "seria mais um estímulo a intensificar o vínculo dos peregrinos pela cátedra de São Pedro", considerou o bispo António Marto na carta.

 

Por seu turno, para Carlos Cabecinhas, reitor do Santuário de Fátima, a atribuição deste título "situa-se no contexto da celebração do Centenário das Aparições", que se assinalará em 2017.

 

"A concessão do título de basílica a uma igreja põe em evidência sobretudo o vínculo de especial comunhão com o Papa. Esta é uma dimensão importante da mensagem de Fátima", disse o reitor.

 

Inaugurada a 12 de Outubro de 2007, no âmbito do encerramento das comemorações do 90º aniversário das aparições da Cova da Iria, a Igreja da Santíssima Trindade foi já distinguida com o Prémio Secil de Engenharia Civil 2007 e com o Prémio Internacional de Estruturas, em 2009. O arquitecto responsável pelo desenho da Igreja da Santíssima Trindade é o grego Alexandros Tombazis e o engenheiro encarregue da enorme estrutura é José Mota Freitas.

 

O templo, que custou cerca de 70 milhões de euros, tem duas zonas principais, uma dedicada à reconciliação e outra a nave principal, que forma um círculo de 125 metros de diâmetro. Tem capacidade para 8633 lugares sentados.

 

 

in Diário de Notícias


Agosto 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9


20
21
23

30
31


Links
Pesquisar blogue
 
subscrever feeds
blogs SAPO