«Seibo no Kishi» (Cavaleiro da Imaculada)
18
Jul 12
publicado por FireHead, às 13:20link do post | Comentar

O protestantismo - todas as denominações cristãs fora da Igreja Católica Apostólica Romana - em seus primórdios, teve em seu idealizador o dissenso Lutero vários princípios gnósticos, incluindo-se tendências igualitaristas e deístas subjectivistas, dentre outras, como: aversão a poderes superiores, no caso, ao poder hierárquico ortodoxo-doutrinário exercido pela Igreja àquela época.


Note-se que as religiões orientais holísticas, panteístas e meditacionais, como o Yoga (hinduísmo), seicho-no-ie, etc., têm conteúdo aproximado no que tange ao subjectivismo ao se enquadrarem em suas práticas religiosas semelhanças às de auto-realização pessoal, por ex., como no independencionismo protestante às hierarquias.


Lutero evidenciou as suas acções por suprimir o poder eclesial católico e a sua rígida doutrina tradicional bíblico-patrística por um sistema mais flexível e individual, em que pessoas e comunidades possuíssem autodeterminação de se instituirem como próprios pastores, os quais ensinariam a seu modo particular; o resultado prático das suas ideias foi o espoucar de milhares de seitas humano-fundamentadas em que cada uma doutrina a seu modo ou conveniência que se batem umas contra as outras, daí surgiu um Evangelho e igrejas conversíveis a situações, interesses e muitos contrastes entre facções que, apesar dos paradoxos, afirmam e se consideram inspirados pelo Espírito Santo (?)... A qual deles? E há seitas que aprovam aborto, outras adultério, ordenação feminina etc., e há até de anuência ao homossexualismo e quase todas têm culto e procedimentos semelhantes a centros espíritas: expulsão de supostos maus espíritos ou para curas, passes, gritarias, pessoas caindo ao chão, outras em aparentes transes... E as homilias dos pastores são também submetidas ao crivo de cada um para aprovação pessoal ou não, ou seja, cada um é juiz a arbitrar a própria sentença.

Outro facto é o elo com o nazismo: Hitler subiu ao poder graças à votação dos estados protestantes, média favorável de 47%, enquanto nos católicos 21%, ou seja, se fosse a Alemanha católica, ele não subiria ao poder.


Também desse conjunto ideário relativista existia a antiga e esotérica maçonaria de antes do Cristianismo, de Babilónia, do antigo Egipto, etc., e a sua legislação actual foi formalizada por J. Anderson, pastor presbiteriano; por sinal nos EUA e Europa os vínculos são bastantes próximos com o protestantismo - muitos expoentes delas são maçons - e influenciaram a Revolução Francesa nos princípios - igualdade, liberdade e fraternidade - idem o kardecismo e o comunismo, o qual é por sinal apenas a transposição de ideias de Lutero-maçonaria para a práxis socialista-comunista, supostamente igualitarista, fraternal em meio a contrastes marcantes e com o modernismo actual, cuja doutrinação vigente é igual a um homem acima de tudo e todos, pelo menos na sua proposta; de facto, uma tremenda farsa.


Há vídeos na Net e em literatura específica em que pastores se acusam reciprocamente de pertença à maçonaria; praticamente é inexistente a oposição maçónica às diversas denominações evangélico-protestantes; porém, para a Igreja Católica é o adverso.


Não há dúvidas que o orgulho e soberba estão subtilmente camuflados sob esses comportamentos e que o progresso, a ciência e o modernismo tecnológico, cada vez mais aparentando resolver os problemas humanos, estão a serviço de um reino luciferino que poderá eclodir, de um homem autorealizador e neo deificista, mas tão cego, não percebendo a sua submissão à nova tutela, e logo de quem...


Não há diferença entre o acima e o pecado inicial do homem no Éden, ou se preferir, aliar-se e tornar-se súbdito de Satanás na sua soberba e no orgulho de querer ser igual a Deus, aceite pelos nossos pais iniciais e muitos actualmente o vivenciam no protestantismo. E que logicamente é o garantido itinerário para se chegar ao pleno relativismo.

 

 

Fonte: Católicos Tradicionais


Julho 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
12

19
21

23
24



Links
Pesquisar blogue
 
subscrever feeds
blogs SAPO