«Seibo no Kishi» (Cavaleiro da Imaculada)
27
Jun 15
publicado por FireHead, às 04:11link do post | Comentar

O One Minute Apologist explica como pode um Deus de amor matar no Antigo Testamento:

 

 

O "pastor" adventista brasileiro Rodrigo Silva analisa de forma interessante o porquê de Deus ter mandado matar:

 

 

O padre Paulo Ricardo responde porque é que Deus do Antigo Testamento é tão sanguinário:

 


24
Mai 13
publicado por FireHead, às 09:46link do post | Comentar

A polémica em torno do suposto exorcismo feito pelo Papa Francisco, após a Missa de Pentecostes, ganha um novo personagem e dados surpreendentes que revelam a ligação íntima do aborto ao Satanismo

 

 

A tensão causada nos média devido ao suposto exorcismo feito pelo Papa Francisco, na Praça de São Pedro neste domingo, ganhou um personagem interessante. Contrapondo-se ao que disse o porta-voz da Santa Sé, o renomado exorcista da Diocese de Roma, padre Gabriele Amorth, contou aos jornalistas o que realmente teria ocorrido. Segundo o sacerdote, o homem, de facto, era um possesso e esse mal devia-se à aprovação do aborto no México.

 

Polémicas à parte, salta aos olhos a afirmação do padre Amorth de que essa possessão seria uma manifestação diabólica provocada pela indiferença à questão do aborto. Com essa tese, o exorcista reforça a opinião de que a cultura da morte da qual o movimento abortista faz parte tem profundas raízes satânicas, já que é o demónio "homicida desde o princípio" (Cf. Jo 8, 44). Casos como os do Dr. Kermitt Gosnell, o médico que matava bebés nascidos vivos após abortos mal sucedidos, ajudam a recordar uma verdade já há muito tempo esquecida: sim, o Maligno existe e é actuante!

 

A reprodução da monstruosidade de Gosnell pela imprensa - depois de amplos protestos contra o silêncio dela, vale lembrar - não só horrorizou os pró-vidas, como também os simpatizantes do aborto "legal e seguro". Os métodos do doutor trouxeram à tona a frieza e a obsessão pela morte presentes nesses verdadeiros casos de assassinato. Eles reflectem a debilidade de consciência do homem perante a sua dignidade, pois, como recordou o Concílio Vaticano II, esses actos "ao mesmo tempo que corrompem a civilização humana, desonram mais aqueles que assim procedem, do que os que padecem injustamente" (Cf. GS 27).

 

Alguns, ingenuamente - e outros nem tanto assim - poderiam contestar dizendo que o aborto é um "caso de saúde pública" e que a tragédia Kermitt Gosnell seria apenas um "facto isolado". Mas isso está longe de ser a verdade. A cultura da morte não só ceifou inúmeras vidas como entregou os seus próceres a uma ideologia abominável, de modo que é quase possível repetir as palavras de São João: "o mundo inteiro jaz no maligno" (Cf. I Jo 5, 19). É perceptível a acção do demónio sobre a questão do aborto, sobretudo pelos seus frutos. E neste sentido, a interrogação de Madre Teresa de Calcutá ainda ressoa: "Se nós aceitamos que uma mãe pode matar até mesmo o seu próprio filho, como é que nós podemos dizer às outras pessoas para não se matarem?"

 

Para provar que a história de Kermitt Gosnell não é uma excepção, veja-se, por exemplo, os casos apresentados pelo LifeSiteNews, após longa investigação sobre clínicas de aborto espalhadas pelos Estados Unidos. As descobertas foram chocantes. Dentre elas, destaca-se a do Dr. Douglas Karpen, que já está sendo considerado o novo Kermitt Gosnell. Segundo relatórios divulgados pelo movimento pró-vida, Karpen praticava inúmeros infanticídios, provocando a morte de bebés que haviam nascido vivos, mesmo após o procedimento do aborto. Uma planilha com fotos das crianças mortas por Karpen na sua clínica na cidade de Houston, EUA, foi divulgada pelo site lifenews.com. As imagens são estarrecedoras.

 

De acordo com uma série de seis artigos publicados pelo lifesitenews.com, o infanticídio nas clínicas de aborto é cada vez mais comum. Um desses artigos, conta a triste história de "Angele"[01], a mãe que teve de assistir à morte do próprio filho por causa de negligência proposital dos médicos, após uma tentativa frustrada de aborto. Conforme o site, Angele havia solicitado o aborto, mas, ao perceber que o seu filho nascera vivo, arrependeu-se e pediu por ajuda médica. No entanto, nada lhe foi oferecido a não ser o pedido pelo corpo do bebé, depois da sua morte.

 

Ora, torna-se evidente diante dos factos que a luta contra o aborto não é uma simples causa humanitária. O aborto é só a ponta do icebergue. No fundo dessa batalha está a inimizade entre os filhos da luz e os filhos das trevas. A guerra anunciada em Génesis entre os descendentes da Mulher e os descendentes da Serpente. É a história da salvação e da perdição das almas, da graça de Deus que busca salvar os homens e da tentação demoníaca que procura perdê-los. E nesse meio, cabe ao homem escolher de que lado ficar, do lado da descendência da Mulher, abandonando a tibieza, o comodismo e a covardia, ou do lado dos filhos da Serpente, entregando-se ao prejuízo, à mundanidade e à sujeira do mal.

 

A agenda abortista é uma clara afronta à dignidade da pessoa humana e um ataque ao Criador, nosso Deus. A disseminação dessa cultura nefasta na sociedade tende a produzir um sistema cada vez mais corrompido, agressivo e violento. Não se espantem se amanhã outras formas de homicídios forem justificadas como casos de "saúde pública". Esse será só mais um passo no plano, cujo protagonista, sem dúvida, é o diabo. Assim como ensinava o saudoso Padre Leo, o aborto é simplesmente o autógrafo do demónio nos ventres das mulheres, porque é ele o primeiro abortista.

 

 

Por: Equipa Christo Nihil Praeponere

 

Fonte: Christo Nihil Praeponere


20
Abr 13
publicado por FireHead, às 06:20link do post | Comentar

O actual Papa Francisco conduziu investigação para comprovar um dos maiores milagres eucarísticos da história recente, ocorrido em Buenos Aires em 1996.

 

Foi o chamado Milagre Eucarístico de Buenos Aires, onde uma Hóstia Consagrada tornou-se Carne e Sangue. O Cardeal Jorge Bergoglio, Arcebispo de Buenos Aires, hoje Papa Francisco, ordenou que se chamasse um fotógrafo profissional para tirar fotos do acontecimento para que os factos não se perdessem. Depois foram conduzidas pesquisas de laboratório coordenadas pelo Dr. Castañón.

 

Os Estudos mostraram que a matéria colhida da Hóstia era uma parte do ventrículo esquerdo, músculo do coração de uma pessoa com cerca de 30 anos, sangue tipo AB de uma pessoa que tivesse sofrido muito com a morte, tendo sido golpeado e espancado. Os cientistas que realizaram o exame e os estudos não sabiam que era material proveniente de uma Hóstia Consagrada, isso só lhes foi revelado após a análise, e foram surpreendidos porque haviam encontrado glóbulos vermelhos, glóbulos brancos pulsando durante a análise, como se o material tivesse sido colhido direto de um coração ainda vivo.

 

A Hóstia Consagrada tornou-se Carne e Sangue


Às 19h de 18 de Agosto de 1996, o Padre Alejandro Pezet celebrava a Santa Missa numa igreja no centro comercial de Buenos Aires. Como estava já terminando a distribuição da Sagrada Comunhão, uma mulher veio até a ele e informou que tinha encontrado uma hóstia descartada num candelabro na parte de trás da igreja. Chegando ao lugar indicado, o Padre Alejandro Pezet viu a hóstia profanada. Como ele não pudesse consumi-la, colocou-a numa tigela com água, como manda a norma local, e colocou-a no Santuário da Capela do Santíssimo Sacramento, aguardando que dissolvesse na água.

 

Na segunda-feira, 26 de Agosto, ao abrir o Tabernáculo, viu com espanto que a Hóstia havia se tornado uma substância sangrenta. Relatou o facto então ao Arcebispo local, Cardeal Dom Jorge Bergoglio, que determinou que a Hóstia fosse fotografada profissionalmente. As fotos foram tiradas em 6 de Setembro de 1996. Mostram claramente que a Hóstia, que se tornou um pedaço de Carne sangrenta, tinha aumentado consideravelmente de tamanho.

 

Análises Clínicas


Durante anos, a Hóstia permaneceu no Tabernáculo e o acontecimento foi mantido em segredo estrito. Desde que a Hóstia não sofreu decomposição visível, o Cardeal Bergoglio decidiu mandar analisá-la cientificamente.

 

Uma amostra do Tecido foi enviado para um laboratório em Buenos Aires. O laboratório relatou ter encontrado células vermelhas e brancas do sangue e do tecido de um coração humano. O laboratório também informou que a amostra de Tecido apresentava características de material humano ainda vivo, com as células pulsantes como se estivessem em um coração.

 

Testes e análises clínicas: "Não há explicação científica"


Em 1999, foi solicitado ao Dr. Ricardo Castañón Gomez que realizasse alguns testes adicionais. Em 5 de Outubro de 1999, na presença de representantes do Cardeal Bergoglio, o Dr. Castañón retirou amostras do tecido ensanguentado e enviou a Nova Iorque para análises complementares. Para não prejudicar o estudo, propositalmente não foi informado à equipa de cientistas a sua verdadeira origem.

 

O laboratório relatou que a amostra foi recebida do tecido do músculo do coração de um ser humano ainda vivo.

 

Cinco anos mais tarde (2004), o Dr. Gomez contatou o Dr. Frederic Zugibe e pediu para avaliar uma amostra de teste, novamente mantendo em sigilo a origem da amostra. Dr. Zugibe, cardiologista renomado, determinou que a matéria analisada era constituída de "carne e sangue" humanos. O médico declarou o seguinte:

"O material analisado é um fragmento do músculo cardíaco que se encontra na parede do ventrículo esquerdo, músculo é responsável pela contração do coração. O ventrículo cardíaco esquerdo bombeia sangue para todas as partes do corpo. O músculo cardíaco tinha uma condição inflamatória e um grande número de células brancas do sangue, o que indica que o coração estava vivo no momento da colheita da amostra, já que as células brancas do sangue morrem fora de um organismo vivo. Além do mais, essas células brancas do sangue haviam penetrado no tecido, o que indica ainda que o coração estava sob estresse severo, como se o proprietário tivesse sido espancado."

Evidentemente, foi uma grande surpresa para o cardiologista saber a verdadeira origem do tecido. Dois cientistas australianos, o cientista Mike Willesee e o advogado Ron Tesoriero, testemunharam os testes. Ao saberem de onde a amostra tinha sido recolhida, demonstraram grande surpresa. Racional, Mike Willesee perguntou ao médico por quanto tempo as células brancas do sangue teriam permanecido vivas se tivessem vindo de um pedaço de tecido humano que permaneceu na água. "Elas deixariam de existir em questão de minutos", disse o Dr. Zugibe. O médico foi então informado que a fonte da Amostra fora inicialmente deixada em água durante um mês e, em seguida, durante três anos num recipiente com água destilada, sendo depois retirada para análise.


Dr. Mike Willesee Zugibe declarou que não há maneira de explicar cientificamente este facto: "Como e por que uma Hóstia Consagrada pode mudar e tornar-se Carne e Sangue humanos? Permanece um mistério inexplicável para a ciência, um mistério totalmente fora da minha jurisdição".

 

 

Fonte: Christo Nihil Praeponere


18
Fev 13
publicado por FireHead, às 02:39link do post | Comentar

04
Jan 13
publicado por FireHead, às 00:46link do post | Comentar

08
Nov 12
publicado por FireHead, às 02:36link do post | Comentar

02
Nov 12
publicado por FireHead, às 00:10link do post | Comentar

02
Out 12
publicado por FireHead, às 22:12link do post | Comentar

04
Ago 12
publicado por FireHead, às 02:23link do post | Comentar
 

O conceito da Gnose pode ser dividido em duas características básicas. A primeira é quando a pessoa crê que a realidade actual é opressora e escravizante. A segunda é que existe um conhecimento que a liberta dessa opressão. Gnosis em grego quer dizer conhecimento.

 

Desde a Antiguidade, passando pela Idade Média e até os dias actuais é possível perceber o gnosticismo. Todavia, ao longo do tempo, este movimento passou por um processo gradual de secularização e, actualmente, trata-se de um movimento ateu e materialista. Isto quer dizer que existe um ódio fundamental contra a estrutura da realidade (obviamente representada pela Civilização Ocidental e tudo o que ela traz). Antigamente esse ódio era direccionado ao deus mau, o demiurgo, aquele que criou o mundo material (portanto, ruim).

 

Hoje em dia, essa estrutura, antes criada por um deus, pode ser representada por um ideologia, um sistema, que acorrenta o homem a um mundo "errado". O conhecimento teórico, pela Gnose, traria a libertação. No mundo secularizado, o conhecimento teórico é chamado de teoria crítica. O desconstrucionismo é consequência da teoria crítica que não aceita as antigas estruturas e quer refazê-las, recriá-las.

 

Naturalmente o homem possui dentro de si uma espécie de tentação gnóstica. Ela se manifesta todas as vezes em que se pretende ser "conselheiro de Deus", ou que se acredita que faria o mundo melhor ou diferente "se eu fosse Deus".

 

Felizmente, Deus quer crucificar a Gnose dentro de cada homem. Ele o faz por meio do embate com o mundo real. A obediência à estrutura real como ela foi criada por Deus, bem como pela vontade de aceitar a realidade como ela foi criada, mesmo que não seja do jeito imaginado.

 

Tomar a cruz dia após dia é lutar contra a Gnose. A vontade de Deus muitas vezes se manifesta em agruras e sofrimentos. Aceitar a vontade de Deus não é algo fácil, o próprio Jesus suou sangue para obedecer.

 

A finalidade da vida Cristã não é outra que não lutar contra a Gnose que existe dentro de cada um, vencendo a tentação de querer ser Deus, de fazer melhor que Deus. É deixar de ser uma criança mimada, cujas vontades devem ser satisfeitas e inclinar a própria vontade à vontade Daquele que tem o poder de dar a vida eterna, a salvação.

 

 

Pe. Paulo Ricardo


11
Mai 12
publicado por FireHead, às 14:45link do post | Comentar

O Demónio é o grande inimigo do homem

"É o inimigo número um", dizia Papa Paulo VI. Satanás parece nos inícios do género humano, apresenta-se desde o início um homicida, mentiroso e pai da mentira". Consegue fazer cair os nossos antepassados Adão e Eva e se torna o príncipe deste mundo (2 Cor 4,4), acusador dos nossos irmãos (Ap 12,10). Com o pecado original, todo o mundo jaz sob o malígno (I Jo 5,19) e os demónios são dominadores deste mundo tenebroso (Ef 6,12). Como aparecem tenebrosos os primeiros acontecimentos à humanidade nova por causa deste infernal assassino que possui o império das trevas (Lc 22,53). Pe. Pio escreveu num carta ao seu Director espiritual contando que ele viu a figura monstruosa de Satanás nos seus sonhos. Era um ser horrível e gigante, alto como uma negra montanha. S. Pedro no-lo apresenta como a imagem de um leão que ruge sempre pronto a devorar-nos (I Pd 5, 8-9). Como o tortura a inveja, porque nós podemos nos salvar. Ele nos quer todos no Inferno.

A aurora que surge

Uma cena estupenda nos aparece no início da humanidade dominada por Satanás e oprimida pelo pecado. Uma mulher sublime, com o seu Filho,"amassa a cabeça da serpente" (Gn 3,15). A Imaculada, vencedora de Satanás, brilhante nas trevas do pecado, com o seu Divino Filho, é a desafeta de Santanás. No Génesis, Deus apresenta a Imaculada semelhante a aurora que se eleva maravilhosa sobre a noite da humanidade pecadora. Nos Cântico dos Cânticos, o autor inspirado exclama: "Quem é aquela que avança como aurora, bela como a lua, eleita como o sol, tremenda como exército formado?" (6,9). É a Imaculada, Guerreira invencível, Senhora das vitórias, Terror dos demónios. Santa Bernadette nos narra em Lourdes que viu ao lado da gruta um grupo de demónios que berravam gritos infernais. Assustada, a santa olhou a Imaculada; bastou um olhar severo de Maria para eles e fugiram. Assim o demónio, em frente à Imaculada, demonstra o que significa seu nome (Belzebu): deus das moscas.

Tentadores em luvas amarelas

A táctica do diabo é alegrar os sentidos e a imaginação do homem para perder o seu espírito. Se apresenta como um conselheiro e um servidor em luvas amarelas, com ofertas de bens e prazeres sedutores a ganhar. Fez isso com Eva (Gn 3, 1-7) com Jesus (Mt 4, 1-11) e com os santos de todos os tempos: S. Bento, S. Francisco de Assis, S. Teresa D'Ávila, S. Cura d'Ars, S. João Bosco, S. Pe. Pio... Hábil e na defensiva, o demónio sabe servir-se de tudo para nos arruinar: a imodéstia de David (2 Sm 11, 2-26), a gula de Esaú (Gn 25, 29-34), o apego às riquezas de Ananias e Safira (Act 5, 1-10). Ele tenta até propor coisas aparentemente úteis para as almas. Sabe-se que Cura d'Ars pregava de maneira simples, fecunda de graças para as almas. Cheio de premuras, o diabo foi a ele exortando-o a pregar de modo difícil, assegurando-lhe a fama de grande pregador. O santo adviu o engano, recusou-se e continuou com os seus sermões simples e eficazes. Pagou com muitos despeitos furiosos que o demónio lhe fez dia e noite.

Quatro estúpidos

Satanás tem uma obra-prima: convencer os homens que ele não existe. Conquistando isso, trata os homens como bonecos. Pe. Pio escutou um sermão onde o orador não fazia mais que perguntar-se sobre a existência do diabo. No final o orador concluiu que ele existe. Passado o sermão, Pe. Pio advertiu-o dizendo-lhe que ao se falar do demónio, deve ser preciso afirmar a sua existência e a sua acção nefasta no mundo. No final, acrescenta-se a existência dos "Quatro estúpidos" que ousam negar a existência do diabo. Hoje são mais que quatro, e há até na Igreja, infelizmente. Tanto é verdade que Paulo VI teve que intervir expressamente num discurso (15/11/1972) para confirmar a verdade da Fé sobre a existência de Satanás como pessoa e constatou amargamente como a "fumaça do diabo" está fumegando na Igreja. A uma das suas filhas espirituais, Pe Pio disse:"Se se pudesse ver a olhos nus quantos demónios invadiram a Terra, não mais veríamos o sol". Contra estes apóstatas, qual não deve ser nossa defesa?

Vigiai e rezai

Jesus nos previniu contra as insídias do diabo. Ele nos ensinou no Pai Nosso: "Não nos deixeis cair em tentação" (Mc 14,38). A guarda e a oração são as duas maiores forças do homem contra o demónio. Façamos nossa a recomendação de Pe. Pio: "Filho, o inimigo não dorme! Esteja alerta com a guarda e a oração. Com a primeira avistaremos; com a segunda teremos arma para nos defender". A guarda nos faz avistar as ocasiões perigosas (uma leitura, um espectáculo, uma pessoa, um lugar, uma vontade...). A oração dá-nos força de evitar os perigos, de fugir às ocasiões como recomendava S. Felipe Néri. Santo Agostinho ensina que o demónio é só um cão amarrado, e só pode morder quem dele se aproxima. Ao largo, então! Se o demónio se faz insolente, escutemos a palavra de S. João Bosco que dizia aos seus jovens: "Quebrai os cornos do demónio com a Confissão e a Comunhão".

Amassa-lhe a cabeça

S. Maximiliano escreveu que "a serpente levanta a cabeça em todo o mundo, mas a Imaculada lhe pisa em vitórias grandiosas". Para abater o demónio de modo mais humilhante, precisamos recorrer à Imaculada. O demónio tem pavor dela que sozinha é terrível como um exército formado (Ct 6,9). Quando Santa Verónica Giuliani era atacada fisicamente pelo demónio, ao conseguir invocar Nossa Senhora, o demónio fugia precipitadamente, gritando: "Não invoques a minha inimiga!" A oração Mariana mais forte contra o demónio é o Rosário. Uma vez lhe perguntaram durante um exorcismo qual a oração que ele mais temia. Respondeu: "O Rosário é o meu flagelo". Se os Cristãos levassem consigo e usassem amiúde este flagelo dos demónio, quantas ruínas, desventuras e pecados haveria a menos sobre a Terra...

Votos

* Levar consigo o Rosário e recitá-lo na tentação;
* Oferecer hoje uma mortificação contra a gula;
* Ler e meditar a página do Evangelho sobre as tentações de Jesus no deserto. (Mt 4,1-11)
* Meditações do livro "Um mês com Maria", do padre Stefano Maria Manelli.

 

 

Pe. Paulo Ricardo


11
Mar 12
publicado por FireHead, às 15:45link do post | Comentar | Ver comentários (2)
 

Gerou-se uma enorme polémica no Brasil depois do Pe. Paulo Ricardo ter dito que os protestantes (erradamente apelidados de "evangélicos") são otários. Mas onde é que está a novidade? Os protestantes são mesmo otários, sim! Mas e se fosse o contrário? Quantos não são os protestantes que dizem que a Igreja Católica é a besta do Apocalipse, que os Católicos são satânicos, idólatras, depravados, pedófilos, etc? Fica assim provado uma coisa: o que os protestantes dizem é mentira, é irrelevante e não é o suficiente para provocar polémicas; e o que os Católicos dizem é a mais pura das verdades! A verdade magoa demais, não magoa?
Força, Pe. Paulo Ricardo!!


publicado por FireHead, às 00:01link do post | Comentar
 

300 + 2.847 + 10.000. O resultado dessa soma é um registo da quantidade de fiéis Católicos reunidos, nesta semana, para apoiar o padre Paulo Ricardo de Azevedo Júnior, sacerdote da arquidiocese de Cuiabá (MT, Brasil) que, no dia 27 de Fevereiro, foi alvo de uma carta aberta difamatória assinada por 27 militantes marxistas que receberam o sacramento da ordem.

 

As manifestações de apoio ao padre começaram pelas redes sociais e, na quinta-feira, 08/03, em apenas uma hora, contabilizaram 2.847 menções importantes no Twitter de acordo com o site Analytics Topsy. A ferramenta informa o número e a influência de poderosas acções em 140 caracteres comuns em protestos políticos, na divulgação de marcas e em manifestações populares nas quais cada indivíduo com uma conta na rede Twitter expressa o seu sentimento sobre um tema do momento.

 

Além das menções, no Twitter, 10 mil pessoas participaram de um abaixo-assinado, também electrónico e pelo menos outras 300 estiveram reunidas, fisicamente, no Santuário Eucarístico Nossa Senhora do Bom Despacho, em Cuiabá, para rezar pelo padre, o primeiro sacerdote Católico a experimentar a força das redes sociais, no Brasil.

 

O padre que deixa as redes sociais em polvorosa, no país (Brasil), não é nenhuma celebridade acostumada a dar autógrafos. Ele não canta, não é bonitão, nem escreve livros de auto-ajuda ou apresenta programas diários no rádio ou na TV. Padre Paulo Ricardo, um careca de aproximadamente 1,90 metros, é o que o Vaticano chama de webpastor, uma figura facilmente encontrada no Google, sempre presente no YouTube e, o mais importante, um homem de fácil diálogo com uma comunidade de fiéis que em nada se confundem com fãs à espera da próxima dose de emoção oferecida pelos seus artistas preferidos.

 

Os seguidores de padre Paulo Ricardo, termo comum à redes sociais, são hiperconectados à rede mundial de computadores, gostam de opinar, criticar, e rezar – alguns em latim, outros com o dom de línguas do Espírito Santo, outros com véu sobre a cabeça. A maioria desses seguidores é jovem, está preocupada com os assuntos internos do Catolicismo e reconhece no Papa Bento XVI não somente a figura de um homem religioso, mas de um intelectual que não cansam de ouvir e citar em seus Twitters, Facebooks, contas de Youtube e numerosos blogues – alguns até mesmo premiados em concursos nacionais.

 

O que é preciso para mobilizar mais de 10 mil pessoas em menos de uma semana, sem usar os média tradicionais? O segredo de padre Paulo Ricardo passa pela sua figura de liderança, mas está, principalmente, num valor comum ao mundo digital: a transparência. O que pode ser uma descoberta nova para a religião no ciberespaço já é praticado por muitas ONG's, empresas, governos e pessoas públicas.

 

Na religião, o que seria a transparência? A julgar pela mensagem do padre das redes sociais, neste caso transparência é assumir o discurso religioso sem receios do politicamente correcto. Não que assumir a sua própria identidade seja uma novidade para a religião Católica, mas, não é difícil admitir que tanta música e conselhos de auto-ajuda estavam, ultimamente, personalizando demais a mensagem Católica ao gosto do freguês.

 

Padre Paulo Ricardo, membro do Conselho Internacional de Catequese (Coincat), da Congregação para o Clero, uma espécie de Ministério do Vaticano para os Sacerdotes, puxou a tomada dos holofotes do politicamente correcto e encarou o desafio da transparência. A julgar pela defesa ferrenha dos seus milhares de seguidores e pela reacção contrária, igualmente ferrenha, de seus poucos adversários: ele acertou.

 

 

Fonte: Vida sim, aborto não!


04
Fev 12
publicado por FireHead, às 15:15link do post | Comentar | Ver comentários (8)
 
  

 
 
 
 
 

 


Outubro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


Links
Pesquisar blogue
 
blogs SAPO