«Seibo no Kishi» (Cavaleiro da Imaculada)
15
Mai 12
publicado por FireHead, às 22:59link do post | Comentar

 

O Milagre do Sol foi anunciado pelos pastorinhos em Julho e Setembro, promessa de Nossa Senhora aos pastorinhos para que todos acreditassem. No dia anunciado, 13 de Outubro de 1917, a palavra tinha-se espalhado um pouco por todo o país e estavam presentes cerca de 50.000 pessoas (segundo o jornal O Século). N'O Século vem descrito o acontecimento como tendo o céu descoberto repentinamente, tendo estado nublado e a chover até então; o Sol estava claro e definido, podendo olhar-se para ele directamente sem ferir os olhos; de seguida rodopiou sobre si mesmo e ziguezagueou pelo céu. O acontecimento durou cerca de dez minutos e o dia voltou a ficar cinzento e chuvoso.

 

O professor José de Almeida Garret, da Universidade de Coimbra, que se tinha deslocado à Cova de Iria por mera curiosidade, faz exactamente o mesmo relato. Este é que é o verdadeiro milagre de Fátima. Se houve aparições aos pastorinhos ou não, é discutível. No entanto, é inconcebível que tivessem jogado um dia qualquer ao calhas para uma manifestação deste género e pura e simplesmente tivessem tido sorte.

 

O evento foi oficialmente aceite como um milagre pela Igreja Católica em 13 de Outubro de 1930. Em 1951, o cardeal Tedeschini afirma que, em 30 e 31 de Outubro e em 1 e 8 de Novembro, o então Papa Pio XII presenciou um milagre semelhante ao Milagre do Sol nos jardins do Vaticano.

 

As refutações habituais ao Milagre do Sol são as seguintes:

 

- Fenómeno natural astronómico: nada foi reportado de anormal nos vários observatórios mundiais na mesma data. Além disso, tendo em atenção as consequências catastróficas ao Sistema Solar derivadas duma movimentação, ou até mesmo rotação, solar, penso que nem é de ficar por esta muito tempo...

 

- Alucinação colectiva: de 50.000 pessoas? Mais, 50.000 pessoas de um grupo com indivíduos muito díspares, da cidade e do campo, cultos e analfabetos, crianças e idosos, crentes e descrentes? Não me cheira...

 

- Histeria colectiva (que é muito diferente de alucinação colectiva): além do já mostrado no anterior, junta-se o facto que o fenómeno foi visto por pessoas até 20 km de distância... Demasiado longe da área de influência duma histeria colectiva, convenhamos...

 

- Extraterrestres: está bem, agora a sério... Então foram os aliens que passaram por cá nos meses anteriores para avisar os pastorinhos...

 

Este é, aliás, o último dos factos, para o qual não há argumento absolutamente nenhum: os pastorinhos sabiam o que se ia passar e quando se ia passar. Ponto final. Eventualmente, um fenómeno de natureza meterológica (ainda não repetido nem explicado, é certo, mas que até pode ser aceite) poderia ser a explicação. No entanto, o verdadeiro milagre, para o qual não há, de todo, explicação, é o facto dos pastorinhos saberem, em rigor, o quê e o quando!

O mais incrível é que muita gente deste país nem sequer sabe o que é que foi realmente esse milagre ou que ele simplesmente aconteceu...

 


Santa Maria, Mater Dei, ora pro nobis!!


Maio 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9

18

21
25

30


Links
Pesquisar blogue
 
subscrever feeds
blogs SAPO